Os álbuns mais legais que chegam nas lojas em junho

junho 13, 2016
Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

Junho também é mês de música boa! 0/ Diferentemente do mês passado, no qual os álbuns mais aguardados daquele mês foram lançados em datas bastante diversificadas, os principais lançamentos de junho foram concentrados para o início do mês e, inclusive, já podem ser encontrados nas melhores lojas virtuais e físicas e, logo, ouvidos. Na primeira quinzena de junho, já tivemos o lançamento de dois álbuns de música pop que foram bastante aguardados por mim e pelos fãs desses artistas. Um mais, o outro menos. Mas, sem mais delongas, confiram abaixo os álbuns mais aguardados para esse mês de junho! Me deem a honra de me acompanhar! 0/

1 – Last Year Was Complicated, do Nick Jonas

Foto: Reprodução/Directunes.

Foto: Reprodução/Directunes.

Last Year Was Complicated é o segundo álbum solo da carreira de Nick Jonas, que agregou à sua música um estilo mais adulto e sexy desde que saiu da banda Jonas Brothers, que dividia com seus irmãos mais velhos Joe e Kevin Jonas. #saudadeseternas </3 Durante um hiato longo que os irmãos realizaram já nos últimos anos da banda, Nick tentou mergulhar de cabeça no jazz e no blues lançando um álbum em parceria com o grupo The Administration, intitulado Who I Am, que não foi tão aclamado pelo público, nem mesmo pela maior parte dos fãs do trio que formava com os irmãos. Foi em 2014, já com os Jonas Brothers oficialmente findados, que Nick Jonas se encontrou novamente, ao lançar seu primeiro álbum solo, homônimo, com uma pegada mais pop, que gerou grandes sucessos como Jealous Chains, os dois singles do álbum. Foi na mesma época em que Nick começou a fazer sucesso como protagonista da série Kingdom e virou símbolo sexual para mulheres e homens após um ensaio babadeiro e bem ousado que o muso fez para a revista gringa FlauntLast Year Was Complicated, o álbum mais pessoal da carreira do cantor, de acordo com suas próprias palavras, traz músicas que refletem todas as situações difíceis e intensas que Nick viveu no último ano após o término de um longo relacionamento com a modelo Olivia Culpo, que inclusive estrela o clipe de Jealous ao lado do cantor. Eu já tive a oportunidade de ouvir o álbum e diria que ele é uma extensão do álbum de 2014, pois a pegada é basicamente a mesma, só um pouquinho mais sexy e explícito, rs. O álbum está realmente maravilhoso, do início ao fim, não há uma faixa que se possa dizer ” ah, essa é chatinha ”, NÃO! Além do feat com a cantora Tove Lo, Close, o primeiro single/clipe do álbum, que já um sucesso, o novo disco de Nick ainda traz parcerias com Ty Dolla $ign, Big Sean e Daniella Mason. ChainsawBacon Under You são outras faixas que, assim como Close, já ganharam clipe, inclusive, o mais recente, de Under You, possui a atriz Shay Mitchell, famosa pela série Pretty Little Liars, como par romântico de Nick e, olha, o negócio é bem quente, viu? Tô até agora aqui sem saber dizer se nesse clipe eu gostaria de ser a Shay ou o Nick… #aloka Minhas faixas favoritas no momento são Touch, Good Girls, Comfortable e That’s What They All Say. Eu só não entendi o sentido da inclusão de JealousChains Levels nesse álbum já que essas músicas estão presentes no álbum anterior do cantor, mas relevemos… E, por último, mas não menos importante, e essa capa maravilhosa desse álbum? O menino Nicholas arrasou no quesito criatividade! Last Year Was Complicated, que em sua versão normal possui 12 faixas e na versão Deluxe 18 faixas, foi lançado oficialmente no último dia 10 e já se encontra disponível nas principais lojas virtuais e físicas. É bem provável que em breve vocês vejam resenha do álbum aqui no blog, então fiquem de olho!

 

Setlist oficial do álbum (versão Deluxe):

 

1 – Voodoo.

2 – Champagne Problems.

3 – Close (feat. Tove Lo).

4 – Chainsaw.

5 – Touch.

6 – Bacon (feat. Ty Dolla $ign).

7 – Good Girls (feat. Big Sean).

8 – The Difference.

9 – Don’t Make Me Choose.

10 – Under You.

11 – Unhinged.

12 – Comfortable.

13 – Testify.

14 – When We Get Home (feat. Daniella Mason).

15 – That’s What They All Say.

16 – Jealous.

17 – Chains.

18 – Levels.

 

 

2 – Inesperado, da Anahí

Foto: Reprodução/Hitsebeats.

Foto: Reprodução/Hitsebeats.

Sem lançar um álbum novo desde 2009, quando lançou o seu primeiro álbum pós-RBDMi Delirio, a cantora mexicana Anahí, nossa eterna Mia Colucci de Rebelde, finalmente volta com tudo ao cenário musical com seu mais novo álbum de estúdio, Inesperado. O álbum vem sendo produzido desde 2012 em estúdios localizados na Cidade do México e em Los Angeles e apresenta a influência de uma série de ritmos musicais que nunca haviam sido explorados pela artista antes, como reggaeton, rumba e funk carioca, apresentando a nós algo totalmente novo e diferente de tudo já feito anteriormente. Todo em espanhol, o álbum possui 12 faixas e foi lançado oficialmente no último dia 03, já podendo ser garantido nas melhores lojas virtuais e físicas. Logo nos primeiros dias de lançamento, Inesperado ficou super bem posicionado no iTunes de vários países, incluindo o Brasil, onde a cantora possui uma base de fãs imensa. Isso sem contar a multidão de fãs do mundo inteiro que a cantora reuniu no México no evento oficial de lançamento do disco. Ao que tudo indica, a aceitação do álbum está sendo bastante grande, até mesmo porque o público da cantora esperou por ele por 7 FUCKING anos! Inesperado já teve 4 singles lançados, RumbaBoom ChaEres Amnesia. Eu ainda não parei pra ouvir o álbum, mas pretendo fazer isso em breve e, se curtir e achar que merece ser desenvolvido, faço resenha dele aqui também, so, stay tuned, guys!

 

Setlist oficial do álbum:

 

1 – Están Ahí.

2 – Juntos En La Oscuridad.

3 – Temblando.

4 – Siempre Tú.

5 – Me Despido.

6 – Arena Y Sol (feat. Gente De Zona).

7 – Rumba (feat. Wisin).

8 – Boom Cha (feat. Zuzuka Poderosa).

9 – Amnesia.

10 – La Puerta De Alcalá (feat. David Bustamante).

11 – Eres (feat. Julión Alvarez).

12 – Inesperado.

 

 

E aí, o que acharam dos álbuns que classifiquei como os mais legais a serem conferidos em junho? Concordam? Discordam? Já ouviram? Se sim, quais músicas mais gostaram? Eu adoraria saber nos comentários do post! 😉

Os 3 álbuns de pop à serem lançados em maio que mais quero ouvir

maio 09, 2016
Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

Maio é um prato cheio para os amantes de música pop, afinal, ao longo desse mês, teremos lançamentos de discos pertencentes à esse estilo já esperados pelo público há um bom tempo. Ao meu ver, os 3 álbuns que estão prestes à sair do forno mais aguardados e que mais vão bombar nas paradas e nas nossas playlists em maio são Thank You, da Meghan Trainor, Dangerous Woman, da Ariana Grande e 7/27, de Fifth Harmony. Esse mês, que já começou bem com músicas novas de Justin Timberlake e Alicia Keys, intituladas Can’t Stop The Feeling e In Common, que vocês podem ouvir clicando aqui e aqui, respectivamente, ainda promete muita música boa… Vamos saber um pouco mais sobre os novos trabalhos de Meghan, Ariana e 5H? o/

1 – Thank You, Meghan Trainor

Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

Thank You, o segundo álbum de estúdio da cantora Meghan Trainor, é o lançamento de maio que mais estou ansioso para ouvir, simplesmente porque apresenta uma proposta totalmente diferente do trabalho anterior da cantora, Title, de 2015. O álbum, que em sua versão normal possui 12 faixas, enquanto a Deluxe conta com 15, já possui um single e clipe, NO, que vocês podem ouvir/assistir clicando aqui, e já teve também algumas músicas liberadas, além de NO, são elas Watch Me Do, I Love Me, Better (feat. Yo Gotti), Mom (feat. Kelli Trainor) e Me Too. Todas as faixas já liberadas do álbum, o que muito provavelmente também vai acontecer com as ainda mantidas em segredo, revelam um lado de Meghan que ainda não conhecíamos. Enquanto na era Title tínhamos a imagem de uma Meghan toda fofinha e preocupada em derrubar os padrões impostos pela sociedade, dessa vez, com Thank You, o que vemos é uma Meghan extremamente confiante e segura de si, cheia de personalidade e abusando da sensualidade, o que ganha reflexo nas novas músicas, e, acreditem, o resultado é bastante satisfatório, pelo menos pra mim. A transição entre uma fase e outra está sendo tão grande que até a cor e o corte das madeixas não escaparam da listinha de mudanças de Meghan, aliás, acho que ela ficou linda com esse tom mais avermelhado e esse aspecto repicado no cabelo! Thank You tem tudo para ser um sucesso assim como foi com Title, o primeiro álbum de estúdio da cantora, que bombou com o hit All About That Bass no mundo inteiro em 2014, se tornando um verdadeiro viral! Além de All About That Bass, Title rendeu os singles Lips Are Movin e Like I’m Gonna Lose You, uma parceria com o cantor John Legend, também muito bem posicionados nas paradas, além de vários prêmios (incluindo um Grammy de Best New Artist!) e o devido reconhecimento ao seu trabalho. Estou super ansioso para ouvir as músicas novas da Meghan, até mesmo porque NO foi um dos meus principais vícios entre os meses de março/abril (que pop dançante maravilhoso!), assim como está sendo Watch Me Do agora (que me lembra bastante o som antigo do Justin Timberlake), e muito provavelmente é o que vai acontecer com muitas outras músicas do disco. O próximo single do novo disco de Trainor já está definido, será Me Too, certamente uma das melhores músicas das já liberadas do álbum, que inclusive teve seu clipe divulgado na manhã de hoje, sendo removido horas depois. O curioso é que o clipe foi removido pela própria cantora, que deu uma declaração dizendo que haviam editado demais seu corpo, e que ela não estava satisfeita com isso e que liberaria o clipe assim que esse excesso desnecessário de edição fosse concertado. Arrasou, né non? Thank You será lançado oficialmente na próxima sexta-feira (13/05) no iTunes, muito provavelmente em todas as outras plataformas digitais e em versão física.

Setlist oficial do álbum (versão deluxe):

1 – Watch Me Do.

2 – Me Too.

3 – NO.

4 – Better (feat. Yo Gotti).

5 – Hopeless Romantic.

6 – I Love Me.

7 – Kindly Calm Me Down.

8 – Woman Up.

9 – Just a Friend To You.

10 – I Won’t Let You Down.

11 – Dance Like Yo Daddy.

12 – Champagne Problems.

13 – Mom (feat. Kelli Trainor).

14 – Friends.

15 – Thank You (feat. R. City).

2 – Dangerous Woman, Ariana Grande

Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

O próximo lançamento que mais estou ansioso para ouvir nesse mês é Dangerous Woman, o terceiro álbum de estúdio da cantora Ariana Grande. O disco, que inicialmente se chamaria Moonlight, já possui seu primeiro single/clipe lançado, da faixa-título do álbum, Dangerous Woman, que vocês podem conferir clicando aqui. Tanto a música quanto o clipe são bem diferentes do estilo que a cantora vem utilizando em seus últimos trabalhos, a música, um pop lentinho bastante poderoso, e o clipe, extremamente sensual. Ao que tudo indica, esse mix vai perpetuar em todas as faixas do álbum, que, inclusive, algumas já foram liberadas, como, além de Dangerous Woman, Be Alright, Let Me Love You e Into You, esta última, aliás, já foi confirmada como sendo o próximo single do disco. Diferentemente de Yours Trully (2013) e My Everything (2014), dessa vez Ariana traz um estilo muito mais maduro, adulto e sexy às suas músicas e à toda estética envolvendo o álbum, sem deixar de mostrar o poder de suas cordas vocais. Também para promover o single Dangerous Woman, no final de março a cantora publicou em seu canal no YouTube um vídeo onde canta a música a capella com o mesmo figurino usado na capa do álbum, uma espécie de coelhinha sexy, que vocês podem conferir clicando aqui. No vídeo em questão, Ariana realmente arrasa e mostra que tem uma das vozes mais poderosas do cenário musical na atualidade. Dangerous Woman, que em sua versão normal possui 11 faixas e a Deluxe, 15, será lançado oficialmente no dia 20 de maio, no iTunes, muito provavelmente em todas as plataformas digitais e em versão física.

Setlist oficial do álbum (versão deluxe):

1 – Moonlight.

2 – Dangerous Woman.

3 – Be Alright.

4 – Into You.

5 – Side To Side (feat. Nicki Minaj).

6 – Let Me Love You (feat. Lil Wayne).

7 – Greedy.

8 – Leave Me Lonely (feat. Macy Gray).

9 – Everyday (feat. Future).

10 – Sometimes.

11 – I Don’t Care.

12 – Bad Decisions.

13 – Touch It.

14 – Knew Better / Forever Boy.

15 – Thinking Bout You.

3 – 7/27, Fifth Harmony

Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

Fifth Harmony é, sem dúvidas, a maior girlband da atualidade e, após o sucesso de Reflection, primeiro álbum de estúdio do grupo, lançado em 2015, Camila, Lauren, Normani, Dinah e Ally estão de volta com o disco 7/27. Apostando todas as suas fichas em um estilo muito mais maduro, adulto e sexy, o que já podia se ter uma prévia com o hit Worth It, lá no finalzinho da era Reflection7/27 já ganhou uma amostra do que será com o single/clipe Work From Home, uma parceria com o rapper Ty Dolla $ign, lançado no final de fevereiro, que vocês podem conferir clicando aqui. A música já é um sucesso nas paradas do mundo inteiro e o clipe, que mostra as integrantes do grupo sensualizando em uma obra, já contabiliza mais de 300 milhões de visualizações. Além de Work From Home, o álbum também já possui outras duas faixas já divulgadas, The Life e Write On Me, que ganhou recentemente um clipe bem intimista, que pode ser assistido aqui. O álbum, inclusive, já vai ganhar uma turnê, a The 7/27 Tour, que aliás já têm shows marcados para o Brasil entre o final de junho e o início de julho. As meninas se apresentarão no Pepsi On Stage, em Porto Alegre, no dia 28 de junho, no Expo Unimed, em Curitiba, no dia 29 de junho, no Vivo Rio, no Rio de Janeiro, no dia 1º de julho, no Net Live, em Brasília, no dia 03 de julho e, por fim, no Espaço das Américas, em São Paulo, no dia 05 de julho. Para algumas cidades os ingressos já se encontram esgotados, mas para outras ainda há como ir, então corram e cliquem aqui para saber mais informações sobre o show e disponibilidade de ingressos! 7/27, que em sua versão normal conta com 10 faixas e em sua versão Deluxe com 12, era para ser lançado no dia 20 de maio, no mesmo dia do lançamento do novo álbum da Ariana Grande, mas para evitar confronto nas paradas e entre os fãs do grupo e da cantora, as meninas decidiram adiar para o dia 27 de maio, data de seu lançamento oficial. O álbum estará disponível no iTunes, muito provavelmente em todas as plataformas digitais e em versão física.

Setlist oficial do álbum (versão deluxe):

1 – That’s My Girl.

2 – Work From Home (feat. Ty Dolla $ign).

3 – The Life.

4 – Write On Me.

5 – I Lied.

6 – All In My Head (Flex) [feat. Fetty Wap].

7 – Squeeze.

8 – Gonna Get Better.

9 – Scared of Happy.

10 – Not That Kinda Girl (feat. Missy Elliott).

11 – Dope.

12 – No Way.

 

E aí, o que acham que está por vir nos novos álbuns de Meghan Trainor, Ariana Grande e Fifth Harmony? Também estão ansiosos para ouvir as novas músicas dessas artistas que tanto amamos? Tem algum outro álbum ou lançamento musical que queiram ouvir nesse mês de maio? Me contem nos comentários! Vou adorar saber! 😉

5 performances ao vivo que mais gostei de assistir no show do Ed Sheeran

abril 30, 2016
Foto: Reprodução/Ed Sheeran Brasil.

Foto: Reprodução/Ed Sheeran Brasil.

Há exatamente um ano atrás, no dia 30 de abril de 2015, eu e Luiza, uma das minhas melhores amigas que o ensino médio pôde me presentear para a vida inteira, assistimos juntos ao primeiríssimo show do cantor inglês Ed Sheeran no Rio de Janeiro, na casa de show Rio Arena (antiga HSBC Arena), onde com a Multiply Tour, turnê referente ao seu segundo e mais recente álbum de estúdio, (lê-se Multiply), lançado em 2014, apresentou-se para um público de aproximadamente 18 mil pessoas (!).

O show, sem dúvidas o mais especial e memorável da minha lista de shows internacionais já assistidos até então, foi um verdadeiro espetáculo, mesmo que tenha sido uma apresentação bem simples. Sem banda, superprodução e pirotecnia, o britânico de 25 anos, dono de uma carreira já bem sólida e consistente, performou os principais sucessos extraídos dos seus dois primeiros álbuns de estúdio, (Plus) e (Multiply), além de covers e mashups, em aproximadamente duas horas de show, utilizando com maestria apenas de sua voz e seu violão, o que tornou tudo ainda mais intimista, natural e único. No decorrer do show, o cantor também utiliza uma ferramenta extremamente original, que fica alinhada aos seus pés, que ele vai pisando conforme a apresentação das músicas e o instrumento vai gravando fragmentos já apresentados das músicas, mesclando-se ao som que se está sendo cantado no momento, o que é emitido para toda a casa de show, dando um efeito bem legal à apresentação. Isso sem contar que a voz de Ed também é praticamente idêntica quando se faz a comparação entre a voz de estúdio e a voz das performances ao vivo feitas pelo cantor, além de que fica explícito que, quando em cima dos palcos, ele está claramente fazendo o que ama, que é pôr sentimento e emoção em suas músicas e transmitir isso aos milhares de corações que o assistem. O show, digno de encantar e emocionar qualquer um que o esteja assistindo, contou com um repertório recheado de sucessos, incluindo os singles Sing, Don’t e Thinking Out Loud, que já estavam bombando nas rádios de todo o mundo, incluindo no Brasil, na época da primeira e até então única vinda do cantor ao país. Abaixo, em homenagem ao um ano pós-Multiply Tour, decidi reunir as 5 performances ao vivo que mais gostei de assistir no show do Ed, lembrando que os vídeos a seguir não pertencem ao show que eu assisti e sim ao show de estreia do cantor no Rock in Rio realizado em Las Vegas no ano passado, poucos dias após o show no Rio, que manteve praticamente o mesmo setlist do show assistido por mim. Vamos lá conferir esses lives que tanto amei assistir desse ruivo que já pode ser considerado o mais cobiçado do mundo, hehe? 0/

1 – I’m A Mess

2 – Bloodstream

3 – Thinking Out Loud

4 – The A Team

5 – You Need Me, I Don’t Need You

 

No final desse ano, Ed Sheeran lançará seu terceiro álbum de estúdio, que inclusive já está pronto, e logo depois deve sair em turnê mundial divulgando as músicas do trabalho novo. Já estou aqui torcendo para que essa turnê também venha ao Brasil como aconteceu com a Multiply Tour e certamente eu não perderia a oportunidade de ver esse artista incrível ao vivo novamente! E aí, o que acharam das minhas 5 performances ao vivo favoritas do cantor? Qual vocês mais gostaram de assistir? Deixem nos comentários abaixo que eu vou adorar ler! 😉

10 trechos que mais gosto das minhas 10 músicas favoritas do Tiago Iorc

abril 29, 2016
Foto: Reprodução/Google.

Foto: Reprodução/Google.

Daqui a algumas horas, Tiago Iorc, meu cantor brasileiro favorito da vida e um dos meus ídolos, realiza o 2º e último dia de gravação do primeiro DVD de sua carreira, no Teatro Estação Gasômetro, em Belém. O projeto, intitulado de Troco Likes ao Vivo, mescla os principais sucessos da carreira do cantor, com enfoque no álbum Troco Likes, lançado em julho do ano passado, e no EP Sigo de Volta, que contém 3 faixas que deveriam ter entrado no setlist do álbum, mas acabaram ficando de fora, lançado no mês passado. Em homenagem à esse momento importantíssimo da carreira do Tiago, decidi fazer este post, no qual falarei um pouquinho sobre a minha experiência com o Tiago e, logo em seguida, listarei os 10 trechos que mais gosto das minhas 10 músicas favoritas do cantor! Bora lá?

Então, não lembro ao certo quando fiquei sabendo da existência do Tiago em si, mas me recordo que foi através de fotos e gifs aleatórios do clipe de Um Dia Especial, muito provavelmente na primeira metade do ano passado. Mesmo sem conhecer o som do cantor, só mesmo por tais fotos e gifs já o achava aparentemente super diferente e excêntrico. Quando o álbum mais recente do cantor, Troco Likes, foi lançado, o que aconteceu em 10 de julho de 2015, e quando ele anunciou a passagem da turnê referente ao disco por Salvador, em 7 de agosto do mesmo ano, é que realmente me interessei em pesquisar mais à fundo sobre o seu trabalho. Resultado: Me apaixonei tanto pelo artista quanto pela pessoa, o que não podia deixar de ser diferente! <3 Tiago é um artista incrível, consegue fazer um show inesquecível (positivamente, é claro) munido apenas de sua voz e seu violão, quase que um Ed Sheeran brasileiro, eu diria, rs! Sua voz, aliás, não tem tanta potência, mas merece os parabéns pela qualidade de seu alcance! O seu cantar flui de tamanha maneira e com tanta naturalidade que esses detalhes mais técnicos nem merecem os créditos! O que mais impressiona não é nem isso, e sim a calmaria e a paz que ele consegue depositar na alma de qualquer um que esteja o ouvindo, seja ao vivo ou não! Outro ponto positivo pro Tiago é esse, sua voz de estúdio e ao vivo são idênticas – e ele obviamente dispensa o uso de auto-tune e playback, evidentemente não precisa disso! Suas músicas, que de acordo com o próprio cantor não precisam ser rotuladas por um gênero específico, ao meu ver são um soul bem gostosinho de se ouvir, e as letras, dotadas de trocadilhos e rimas que já são característicos do cantor, são extremamente apaixonantes! Além de que em cima dos palcos ou fora deles, é visível à olho nu que Tiago ama o que fez, ama a música, ama cantar e encantar, ama o mix de sentimentos que é capaz de transmitir ao público com o seu som! Também trata os fãs, que a cada dia que passa crescem mais e mais, com muito amor, carinho e respeito. Inicialmente acho que ele ficava um pouco envergonhado e sem jeito no momento de receber os fãs, mas acho que hoje em dia já está mais habituado à isso e já saber lidar melhor com a situação. Tiago geralmente cobra Meet & Greet (encontro pago com o artista) em seus shows, mas preços abusivos felizmente não são com ele, longe disso! Apesar de na maioria das vezes o ingresso para o show ter que ser comprado à parte, o pacote do M&G inclui o encontro com o cantor após o show, o álbum Troco Likes em versão física e mais um brinde, geralmente os pregadores amarelos que fazem parte da ilustração de capa do CD. E, como pessoa, que homem maravilhoso, totalmente focado e esforçado em todos os segmentos da sua vida, totalmente livre de preconceitos e barreiras e totalmente apaixonante, eu amo e babo meixxxmo! <3

Já tive a oportunidade de ir em 3 shows do Tiago! O primeiro foi em 7 de agosto do ano passado, com a passagem da turnê Troco Likes por Salvador, no Teatro Castro Alves, que foi, digamos, o pontapé inicial por todo o amor e admiração que sinto por ele, foi uma estreia extremamente especial e memorável pra mim, ainda mais que na mesma ocasião também o conheci, afinal havia comprado com antecedência o pacote para o M&G! Me desdobrei tanto pra ir nesse show, fui sozinho por não ter conseguido companhia, me desloquei pra uma casa de show extremamente longe, paguei um dinheirão de táxi, sinceramente não sei como não desisti, mas que bom que não fiz isso, pois certamente o Tiago não teria hoje a importância que tem pra mim! O segundo show dele que fui aconteceu na gravação do Show da Virada da Rede Globo de 2015/2016, no Wet’ N Wild, também aqui em Salvador, no dia 25 de novembro do mesmo ano. Infelizmente não foi um show solo do Tiago, e sim apenas uma participação, na qual o cantor só performou Amei Te Ver, que tinha acabado de ser transformado em single e estava bombando nas rádios no momento, já que Tiago foi um dos convidados do cantor Luan Santana, que era uma das principais atrações do evento. O terceiro, mais recente e mais especial show que fui dele aconteceu no dia 20 de janeiro desse ano, no Teatro Bradesco Rio, no Rio de Janeiro, sendo um show extra da turnê referente ao álbum Troco Likes. Tendo o mesmo repertório do show que havia ido em agosto do outro ano aqui em Salvador, posso dizer que esse foi o mais especial até então porque diferentemente do primeiro show, eu sabia cantar de cor praticamente todas as músicas, e de fato pude interagir mais e sentir cada letra e melodia, além de que o Tiago estava extremamente feliz e animado por ser o seu primeiro show do ano, após um período de férias, e demonstrou isso ao público. Também amei o fato de ter tido participação especial da Clarice Falcão, outra artista que também amo, sendo que fizeram um dueto de Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda, originalmente da banda Kid Abelha, e logo em seguida a cantora performou o seu cover de Survivor, do grupo Destiny’s Child, com Tiago no violão e pude encontrá-lo mais uma vez no camarim, após o show. Como eu sobrevivi à esse show? Só Deus sabe, mas tô aqui, migos, rs! Agora, sem mais prolongas, vamos finalmente aos trechos e às músicas? 0/

1 – Mil Razões

E o brilho que de ti reluz

E a tantos sóis seduz

É realiza, não tem deslize

Pornos, por nós dois nus

E os clássicos céus azuis (…)

2 – Amor Sem Onde

Pouco importa se eu vou sofrer

Sem saber aonde foi

Sim, eu vou

Só eu sei o quanto dói

Mesmo se tememos ir, vezes temos que seguir

Pra longe

Longe do que o escuro em nós esconde (…)

3 – Sol Que Faltava

Onde foi

Onde foi a última vez

Que você se deixou

Livre, sem se retocar

Sem se instagramear

(…)

Onde foi

Onde foi a última vez

Que o instante deixou

Se fotografar

No teu olhar (…)

4 – Cataflor

Saio por aí

Juntando flor por flor

Só pra te lembrar

O que a natureza tentou imitar

Quando olhou pra ti

Só pra ti

Só pra ti

(…)

Ando pelo vento

Junto flor por flor

Só pra te enfeitar

E em cada esquina em que você passar

Vão sorrir

Só pra ti

Só pra ti (…)

5 – Bossa

Atenção

As pessoas não precisam

Ser iguais às outras

Aceite ou não

Mas você é única

No mundo assim (…)

6 – Liberdade ou Solidão

Livre

Era o que ela mais queria ser

Livre

Pra ir e vir

E ser o que quiser

Quando quiser

E se quiser

(…)

Livre

Não por acaso

O acaso não condiz

Quando condiz

Com o que se quis (…)

7 – Coisa Linda

Linda

Feito manhã

Feito chá de hortelã

Feito ir para o mar

(…)

Ah…

Se a beleza mora no olhar

No meu você chegou e resolveu ficar

Pra fazer teu lar

Pra fazer teu lar (…)

8 – Forasteiro

Um forasteiro

De mim, eu espero o sim

Até encontrar

Uma centelha de fim

Recomeço, assim

Vida a clarear (…)

9 – Till I’m Old and Gray

And I will take you as my wife

You take my soul, take my life

I know I just met you

But I want to take this ride

You and I

Never, ever, ever to return

All I’m asking of you

Let me be the one to

Carry you

I’ll carry you home

Till I’m old and gray (…)

10 – Mulher

Mulher

Foge de quem corre atrás

E corre atrás de quem não quer

Mulher

Ama até mesmo quando

Já parece que não é amor

(…)

Não te entendo

Nem de longe

Mas te quero

Te quero bem perto

Não te entendo

Nem de perto

Mas te quero

Te quero e te quero (…)

 

Venho por meio deste desejar ao Tiago que seja mais um dia incrível e inesquecível de gravação para o DVD e que o mesmo seja editado e lançado logo, pois o DVD mal foi gravado, mas eu já quero a minha cópia em mãos logo, hehe! 0/ E, claro, que a turnê referente ao mesmo passe por Salvador né, porque estou com saudades e preciso ouvir as músicas novas do EP ao vivo pela 1ª vez, especialmente Amor Sem Onde! <3

E aí, o que acharam do pouquinho da minha experiência com o Tiago em seus shows e dos meus trechos favoritos das minhas músicas favoritas dele? Se pudessem escolher apenas um trecho favorito de uma música favorita dele, qual seria? Me contem nos comentários! 😉

Navegue nas páginas12

Papo de Matheus • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por